A Magia Disney construindo e motivando grandes desafios no esporte

 

Olá pessoal! Prosseguindo meu relato de corredor turista, passo a contar pra vocês essa semana, como que um evento com a magia Disney pode impulsionar nosso imaginário, ímpeto - e pernas, no meu caso. Vou tentar passar ao máximo os detalhes e dicas para quem deseja, além de visitar o reino encantado Disney em Orlando, participar da(s) corrida(s) mais divertida(s) do planeta!!

Corri a 20ª Maratona da Disney em Orlando, em 2013. Antes de dar um “hi-five” no Mickey na linha de chegada e chorar muito após cruzá-la, muito empenho, planejamento e suor foram necessários. Era início de Setembro de 2012, e em minhas mãos eu tinha um diagnóstico de uma lesão no quadril – causada por um trauma antigo, ocorrido anos antes de eu começar a correr. A mesmíssima e famosa lesão que tirou nosso querido campeão Guga das quadras de tênis pra sempre. Foi indicado cirurgia, que teria uma longa recuperação e mais de 6 meses sem pensar em correr – e com risco mínimo mas existente de alguma sequela que me impedisse de correr após a intervenção – Como eu sentia dores fracas e ocasionalmente, especialmente com certos movimentos que não eram feitos na corrida, eu então treinava normalmente e disputava muitas provas de 5 e 10km, e já havia feito duas meia-maratonas.
Sempre fui fã do corredor brasileiro Adriano Bastos, octa-campeão da Maratona Disney e idolatrado pelos americanos. Então, acompanhava sempre os eventos em Orlando todo janeiro, pela internet, sempre na torcida por ele. E em 2013 seria a 20ª edição, alardeada pela Disney como uma prova cheia de novidades e surpresas.
Pensei: “se eu entrar na "faca" serão meses sem corrida, vou perder condicionamento, voltar a ser um iniciante. E ainda posso ficar impossibilitado de praticar o esporte, quem vai saber?”

Então foi fácil tomar a decisão – iria correr minha primeira (e única?) maratona! Na Disney! E na edição super especial de 20 anos. Entrei no site rundisney.com e verifiquei que ainda haviam inscrições para a maratona (Mickey), mas já quase sold out. Não pensei em nada, me inscrevi, confirmei que minha vaga estava garantida e então chamei a minha esposa para a “triste” notícia: “Vamos para a Disney em janeiro!”

Até a semana que vem com a continuação da "Saga por um Mickey". Qual Mickey? Essa belezura ao lado:

Por André Orsioli

 

 

 

Orlando & Cia

UM BLOG POR PRISCILA ALTHOFF 

Matérias, notícias e serviços de viagem em geral

Parceiros:

Agaxtur     EasySIM4U      Flytour         Trade Tours
                                 entre outros